Os programas Rotas Rurais e Melhor Caminho do Governo do Estado chegam ao município de Mirassolândia

sexta-feira - 4 de fevereiro de 2022

O vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, acompanhado do secretário de Agricultura e Abastecimento, Itamar Borges, e do secretário-executivo de Agricultura, Francisco Matturro, do presidente da Alesp, deputado Carlão Pignatari, do deputado federal, Luiz Carlos Mota, e diversas lideranças regionais do agro, entre prefeitos e vereadores, estiveram em Rio Preto – no Centro Regional de Eventos, nesta sexta-feira (04), para assinar documentos de ordem de serviço do programa “Melhor Caminho”, autorizar a implantação do programa “Rotas Rurais” e entregar viaturas do programa “Segurança no Campo”.

A prefeita, Célia Fiamenghi, e o vice-prefeito, Aldo Docusse, participaram do evento promovido pela Secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e garantiram para o município a realização dos programas: “Rotas Rurais” e “Melhor Caminho” do Governo do Estado, governador João Dória.

A prefeita e o vice foram informados pelo vice-governador, Rodrigo Garcia, e pelo secretário de Estado, Itamar Borges, que a viatura do programa “Segurança no Campo”, destinada a Mirassolândia será entregue, sendo que a única pendência é a publicação no Diário Oficial do Estado, que acontecerá em breve.

Programa “Melhor Caminho”.
A prefeita Célia Fiamenghi vem trabalhando desde o ano passado para trazer este programa do Governo do Estado – “Melhor Caminho” -, agora recebeu a liberação para realizar os serviços de recuperação de 7,8 km da estrada municipal que interliga o Bairro Nova Macaúbas ao Bairro Rural Olaria e segue até a divisa com o município de Palestina.

Programa “Rotas Rurais”.
O programa objetiva colocar propriedades, estabelecimentos e estradas rurais no mapa. Para isso, cria um Código de Endereçamento Rural Digital para cada propriedade e estabelecimento rural paulista. Esse código é como se fosse um CEP rural personalizado, idealizado a partir da solução Plus Code, que localiza com precisão a entrada de cada propriedade e estabelecimento rural e, além disso, mostra como é o traçado das vias rurais que chegam até cada localização. As prefeituras recebem um mapa com todos os CERD da sua área rural e podem utilizar essa informação para estabelecer nomes de vias rurais e numeração das propriedades, ou seja, um endereço convencional.

“O projeto em questão visa levar mais competitividade para o Agro do Estado de São Paulo e segurança para o campo através do endereçamento da zona rural. O usuário do serviço poderá solicitar ajuda que requer urgência no que tange à segurança, à saúde e outros serviços, como também receber encomendas e correspondências de maneira rápida e segura, com margem de erro perto de zero”, explicou Gilson D. Matos, funcionário municipal.

GATS