Mirassolândia passa a realizar trabalho voltado especificamente para o setor de cultura

terça-feira - 3 de maio de 2022

Foto Mirassolândia passa a realizar trabalho voltado especificamente para o setor de cultura

De forma pioneira na história do Município, a Prefeita Célia e o Vice-Prefeito Aldo deram início a um trabalho voltado especificamente para o setor cultural. Esta tarefa foi atribuída ao Prof. Dr. Fábio Fernando Lima, que foi Presidente do Fundo Social de Solidariedade e Coordenador de Assistência Social do Município.

Dentre outras atribuições, este setor ficará responsável por buscar, junto às esferas estaduais e federais, recursos para o desenvolvimento de trabalhos na área; criar espaços culturais e desenvolver eventos culturais; buscar mecanismos para recriar a nossa biblioteca municipal e pleno acesso às plataformas digitais; criar um Centro de Documentação Histórica de Mirassolândia; realizar projetos de cultura intersetoriais, perpassando os alunos das escolas municipais, os grupos atendidos pela Coordenadoria de Assistência Social, os idosos atendidos pelo Fundo Social de Solidariedade e o público em geral; expor os resultados desse trabalho para a comunidade, mediante apresentações públicas em ocasiões específicas; realizar eventos que proporcionem espaços de lazer para o nosso povo; e ainda, contar ou recontar as histórias do nosso povo, o que nos fez ser quem somos, e assim preservar aquilo que nos une.

O novo gestor para a área fez a seguinte declaração para a população do Município:
“Passados mais de cinco anos que deixei de exercer, pela última vez, funções na Prefeitura Municipal, a Prefeita Célia entendeu que eu ainda poderia contribuir com Mirassolândia, delegando-me a função de criar e desenvolver um setor voltado especificamente para a cultura na nossa cidade. Eu fiquei profundamente honrado pelo convite. A Prefeita Célia e eu começamos a trabalhar juntos há mais de quinze anos, quando ela foi minha Vice-Presidenta na Associação Assistencial e Comunitária de Mirassolândia, durante os anos de 2007-2009 e 2013-2016. O Vice-Prefeito Aldo também trabalhou comigo, na Coordenadoria de Assistência Social. Eu sei que eles conhecem profundamente a realidade do nosso povo, e reconheço que têm trabalhado incansavelmente para melhorá-la. Diante de tantas lições e sofrimento a que fomos submetidos pela pandemia, com nossas ruas desertas e repletas de dor e medo; dos inúmeros problemas que se impõem, neste momento sobre o nosso país, sobre Mirassolândia e sobre cada um de nós, penso já ter sido passada a hora de deixar de lado as ambições e vaidades pessoais para exercer a responsabilidade cidadã que cabe a cada um. E eu quero ser o primeiro a exercer esse ato, com compromisso diante desse novo desafio que se impõe sobre minha vida, ocupando o lugar que eles acreditam que eu possa ser mais útil, na certeza de um trabalho sério.

Penso, na verdade, que de agora em diante, passadas tantas dificuldades, um novo desafio, mais sutil, mas igualmente cidadão, se impõe: a possibilidade de oferecer o alimento para a alma. Ele paira, ele voa, ele seduz, produz prazer enquanto qualifica e amplia a visão de mundo de quem entra em contato com a cultura.
Certamente seremos surpreendidos. Este movimento, a favor da cultura, pertence a uma cidade e a uma administração que adentra o novo século de vento em popa, com muita coisa já conquistada e muito ainda para conquistar, mas já podendo pensar “no mais”. E o mais é o livro, a história, a música, a criança conhecendo a peça de teatro… Esta é a Mirassolândia da segunda década do século XXI, que dará devidamente o laço nas pontas que constroem a cidadania.

Que além do infinito, o amor se renove”.
Mirassolândia, 19 de abril de 2022.