EMEF Chrisóstimo Redígolo – Atribuições


A Escola Municipal de Ensino Fundamental “Chrisóstimo Redígolo”, de Mirassolândia, oferece o Ensino Fundamental de 09 anos, em turno diurno, nos períodos da manhã e da tarde, das 07 às 12 horas e das 13 às 18 horas, com carga horária de 1000 horas anuais e 200 dias letivos.

CONCEPÇÃO PEDAGÓGICA

A EMEF. “Chrisóstimo Redígolo”, através da Coordenadoria Municipal de Educação, adota material didático apostilado do Sistema de Ensino “Dom Bosco”, que é baseado em três perspectivas teórico-metodológicas: interacionismo, interdisciplinaridade e pensamento complexo.

São objetivos da escola:
– elevar sistematicamente a qualidade de ensino dos educandos;
– possibilitar o aprendizado do exercício dos direitos e dos deveres;
– promover a integração escola-comunidade;
– assegurar a inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais, oferecendo possibilidades objetivas de aprendizagem a todos;
– reconhecer e valorizar a identidade, a história e cultura dos afro-brasileiros, tendo por finalidade maior o pleno desenvolvimento do educando e seu preparo para o exercício da cidadania.

Dessa forma, baseia-se nos princípios de liberdade, nos ideais de solidariedade humana e na busca da identidade.

A educação é uma prática social que contribui diretamente para o processo de construção histórica das pessoas, cujo sentido maior é a aprendizagem. O conhecimento deve se apresentar como processo, desde a infância, onde a criança é um ser em formação, passando pela adolescência/juventude, fase intermediária fundamental no processo, para chegar à vida adulta, ápice da construção e ampliação do saber para a efetiva emancipação humana, onde o homem, indivíduo concreto, histórico, é inserido no contexto das relações sociais.

Assim sendo, a escola visa formar cidadãos com conhecimentos, habilidades e atitudes necessários para o exercício consciente, comprometido e pleno da cidadania, englobando a participação no mundo do trabalho e uso dos bens culturais disponíveis.

Evidencia-se, nesta proposta, a concepção de que as aprendizagens são constituídas na interação, nas ações subjetivas dos vários participantes do contexto escolar. O aluno é o ponto de partida e de chegada na determinação dos planos de ação e avaliação.

Percebe-se, assim, uma tendência construtivista, onde o aluno é o sujeito na construção do conhecimento. Adota-se o regime de progressão continuada, conforme previsto na LDB e Deliberação CEE nº 09/97.

A escola considera o currículo em seu conceito atual, que envolve currículo formal, currículo em ação – o que realmente acontece na sala de aula e em toda a escola – e currículo oculto, aquilo que tanto os alunos quanto os professores trazem, carregados de sentidos próprios que criam as formas de relacionamento e convivência em sala de aula.

A avaliação constitui um dos elementos para a reflexão e transformação da prática escolar e tem como princípios o aprimoramento da qualidade de ensino. Permite o acompanhamento sistemático e contínuo do ensino e da aprendizagem, de acordo com os objetivos e metas propostos, com a prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do processo sobre os de eventuais provas finais.

Existem projetos contemplados na proposta, como por exemplo:
1º, 2º,3º,4º e 5º Ano; Clube de Leitura

Objetivos:
– Despertar o gosto pela leitura desde o início da escolaridade. O incentivo do adulto é fundamental nesse processo, sendo o mediador entre a criança e o livro.
– Desenvolver o hábito da leitura. Ler pelo prazer de ler.
1º, 2º,3º,4º e 5º Ano: Clube de Correspondência:

Objetivos:
– Levar os alunos a ler e a escrever textos de correspondência numa real situação de uso
– Criar situações em que os alunos se correspondam com pessoas que estão ausentes.
– Enfoque as outras formas de correspondência como convite, carta, cartão postal e outros.

1º Ano: Poemas engraçados, Poemas divertidos

Objetivos:
– Propiciar um olhar novo e original para os diversos tipos de poesias;
– Estimular o gosto pela leitura de poesias;
– Perceber as especificidades da linguagem poética;
– Identificar comparações e metáforas.

1º Ano: Historia em Quadrinhos e Produzindo Historias em Quadrinhos.

Objetivos:
– Aproximação da leitura e contribuição no sentido de despertar nos alunos o desejo de ler e escrever.
– Desenvolver capacidades de leitura que valem para outros gêneros (identificar tema, enredo, seqüência temporal, fazer antecipações e inferências etc.) assim como habilidades próprias a gêneros que requerem a integração de imagem e texto verbal.
– Produção de historias em quadrinhos e conhecer bem os recursos desse gênero; produzindo também a partir de outros genros da narrativa, utilizando personagens conhecidos e criando os próprios personagens.

2º Ano: Brincando com rimas, trovas, parlendas e cantigas.

Objetivos:
– Familiarizar os alunos com trovas, parlendas e cantigas, que utilizam como recurso a rima e a repetição e são muito fáceis de memorizar;
– Proporcionar o desenvolvimento da linguagem oral e da consciência fonológica, ajudando os alunos a relacionar sons e grafias e a fazer progressos na apropriação de sistema alfabético de um jeito bastante agradável.

2º Ano: Fábulas

Objetivos:
– Possibilitar uma aproximação da criança com algumas características do texto narrativo: cenário, personagens, complicação e desfecho;
– Proporcionar a percepção das peculiaridades do gênero, alimentando assim o gosto pela leitura e o desejo pela aprendizagem da escrita.

3º Ano: Brincando com palavras, trava-linguas, adivinhas e ditados populares.

Objetivos:
– Ampliar conhecimentos de linguagem no que se refere tanto ao gênero discursivo (trava-linguas, adivinhas, e ditados populares), quanto ao sistema alfabético de escrita e a ortografia.

3º Ano: Historias Maravilhosas

Objetivos:
– Formação de um leitor critico, capaz de perceber relações entre o texto lido e outros (lidos anteriormente); de relacionar texto e contexto, e texto e experiências vividas; de comparar diferentes versões de um mesmo fato; de identificar valores e posicionar-se sobre eles;
– Despertar nos alunos a fantasia e levar o aluno a ter uma linguagem rica em sonoridade e em imagens.
– Possibilitar uma aproximação da criança com as características do texto narrativo.
– Proporcionar leituras de historias interessantes, alimentando assim o gosto pela aprendizagem da escrita.

4º Ano: Poesia

Objetivos:
– sensibilizar os alunos para poesia, de forma que possam apreciá-la e, em suas tentativas poéticas, expressar sentimentos e emoções.
– Ampliar a aprendizagem da língua portuguesa, no que se refere tanto a forma como se lê e se produz o texto poético, quanto a apropriação do sistema alfabético de escrita e ortografia, pois estarão lidando com todos esses elementos de um jeito muito prazeroso.

4º Ano: Historias que a família conta

Objetivos:
– Recuperar e registrar as historias, ouvidas pelos alunos em família e , ao mesmo tempo, ir aperfeiçoando a fala, a leitura e a escrita deles;

5º Ano: Musica:

Objetivos:
– Ampliar o conhecimento de leitura e escrita dos alunos, aproximando-os do texto poético como ritmo, rimas, metáforas e temas variados. A canção é um gênero que resulta da conjugação da conjugação de dois tipos de linguagens: a verbal e a musical.

5º Ano: Mitos e Lendas:

Objetivos:
– Ampliação do letramento , uma vez que as crianças se tornam mais capazes de compreender e apreciar essas historias, e até mesmo produzi-las;
– Formação de um leitor critico, capaz de perceber relações entre o texto lido e outros (lidos anteriormente) de relacionar texto e contexto e texto e experiências vividas: de comparar diferentes versões de um mesmo fato, de identificar valores e posicionar-se sobre eles.