Cumprindo etapas para iniciar a construção da nova UBS, o trabalho não para!

quinta-feira - 28 de outubro de 2021

A caminhada para a construção da nova UBS – Unidade Básica de Saúde do município começou em 07 de junho de 2021. Nesse dia a prefeita Célia Fiamenghi, o vice-prefeito Aldo Docusse e a vereadora Renata Brigatti estiveram em São Paulo – Palácio dos Bandeirantes -, protocolando Ofícios PMM junto ao vice-governador Rodrigo Garcia, ao secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi e ao deputado federal Júnior Bozzella. Nestes pleiteavam recursos financeiros para construir a nova UBS no município.
No início, o município destinou um terreno, área institucional, medindo 2.358,82 m², localizado atrás do Terminal Rodoviário, Loteamento Residencial Amoreiras, espaço com sobra para construir a UBS.
Após algumas reuniões com a vereadora/presidente da Câmara Municipal, Regina A. da Silva Costa, ficou acertado, com a anuência de todos os vereadores, que o terreno de 880 m² que pertence à Casa Legislativa, onde se pretendia construir a sua sede, foi repassado ao município, para construção da UBS. Para concluir a transação, foi levado em conta o tamanho da propriedade e a sua localização que se avizinha ao Setor Municipal da Saúde.
Nesta terça-feira, 26/10, a prefeita Célia Fiamenghi e o engenheiro civil Danilo Rocha, reuniram-se na Prefeitura Municipal, para cumprir uma visita técnica, com o engenheiro Takeo Shioyo (SDR) e com o engenheiro elétrico Antônio Kodi, líder de obras CDHU – Rio Preto, após as conferências de documentos e esclarecimento de dúvidas, por fim, aprovaram o terreno para receber a edificação.
A prefeita Célia Fiamenghi, o vice-prefeito Aldo Docusse e os vereadores Renata Brigatti e Ronaldo Jhony estiveram, nesta quarta-feira 27/10, na Prefeitura de Rio Preto, para receberem, do governador do estado de São Paulo em exercício Carlão Pignatari a autorização para o início das obras.
“Caso não surjam outros entraves inclusive burocráticos, a construção do prédio que abrigará à nova UBS começará em breve. A meu ver, trará mais comodidade aos munícipes, também oferecerá melhores condições de trabalho aos funcionários da saúde”, explicou o primeiro-cavalheiro, Gilson Dourado Matos.

GATS